Reflexão sobre o filme “Como se fosse a primeira vez”

seta3.gif (99 bytes) Ficha Técnica


Título Original: 50 First Dates
Gênero: Comédia Romântica
Tempo de Duração: 106 minutos
Ano de Lançamento (EUA):
2004
Site Oficial: www.sonypictures.com/movies/50firstdates
Estúdio: Columbia Pictures Corporation / Anonymous Content / Flower Films / Happy Madison Productions
Distribuição: Columbia Pictures / Sony Pictures Entertainment
Direção: Peter Segal
Roteiro: George Wing
Produção: Jack Giarraputo, Steve Golin, Nancy Juvonen, Larry Kennar e Adam Sandler
Música: Teddy Castellucci
Fotografia: Jack N. Green
Desenho de Produção: Alan Au
Direção de Arte: John Hockridge e Domenic Silvestri
Figurino: Ellen Lutter
Edição: Jeff Gourson
Efeitos Especiais: Industrial Light & Magic / Sony Pictures Imageworks

Resumo

O filme conta a história de um veterinário chamado Henry Roth  ( Interpretado por Adam Sandle) que é considerado o “pegador”. Ele não pode nem ouvir falar de casamento ou de compromisso sério. Ele apenas quer curtir a vida e vive pegando as turistas do Havaí.

Num certo dia, ele se encanta por uma jovem Lucy Whitmore (Drew Barrymore. Ele procura conquistá-la, acreditando que vai ser mais uma das suas conquistas. Desta vez a situação é diferente. O jovem veterinário acaba se interessando pela professora Luc, mas ela tem um problema de FALTA DE MEMÓRIA.

A história antes do veterinário Henry conhece-la é a seguinte: Ela sofreu um acidente de carro juntamente com o pai dela e a partir deste momento, ela só se lembra das coisas que aconteceram até um pouco antes do acidente. Então, todos os dias, ela vive o mesmo dia, esquecendo das coisas novas.

Diante deste problema, Lucy não se lembra de Henry e o jovem veterinário é obrigado a conquistá-la todos os dias. Todos os dias ele inventa uma forma de conquistar a mulher da sua vida.

Henry cria uma forma bem criativa de fazer com que Lucy acompanhe as novidades, os acontecimentos e sempre permanece ao seu lado, conquistando diariamente.

Reflexão

O filme retrata exatamente dos desafios de um relacionamento amoroso. Ainda que a jovem tenha problema de memória e na grande maioria dos relacionamentos, este problema não existe, todo relacionamento precisa ser alimentado diariamente. É interessante ressaltar algumas ATITUDES que o Henry teve que ter para manter o relacionamento com a Lucy.

A Decisão de Amar

Quando somos adolescentes, vivemos alguns amores platônicos. Imaginamos que alguém vai cair do céu e bem exatamente no nosso quintal. E além disto, imaginamos que esta pessoa vai ser perfeita: aparência física que nos atraia, inteligente no último, que goste de todas as coisas que gostamos, que pensa igualzinho como pensamos e que nos ame intensamente.

Não vejo nada de errado em crer que existe alguém especial e que possamos viver a vida toda ao lado desta pessoa. O problema é criar uma expectativa além do que a outra pessoa possa ser ou possa fazer. O sentimento inicial é maravilhoso, alguns o chamam de paixão. O seu coração dispara, você vive uma euforia e adrenalina ao mesmo tempo. Sente saudades. Tem ciúmes. Sonha com a pessoa.

Contudo, quem já teve um relacionamento sério (longo), sabe que a pessoa amada tem defeitos e aquele sentimento inicial ou vai embora, ou então amadurece. Esta é a grande questão do relacionamento amoroso.

O segredo do relacionamento amoroso é que, o amor não é somente sentimento, mas ele também é Caminho, é uma Decisão a ser tomada, um compromisso a ser feito. É a decisão de amar a outra pessoa. E este amar é um caminho a ser trilhado, formado por atitudes bem concretas: cuidar, ouvir, compreender, respeitar, ajudar, caminhar junto, chorar juntos, sorrir juntos, crescer juntos.

É interessante no filme que Henry TOMA A DECISÃO de Diariamente conquistá-la. Ele tinha outras opções, outros caminhos. Ele poderia muito bem ter partido para outro relacionamento, um relacionamento mais fácil. Entretanto, ele toma a decisão, porque quem ama segue o Caminho do Amor: compromisso de amar a pessoa.

Esta decisão deve ser feita por ambos (homem e mulher).

As linguagens do Amor

Eu pretendo comentar aqui no Blog o livro chamado “Cinco Linguagens do Amor”. O autor Dr. Gary Chapman apresenta a seguinte tese: Cada pessoa tem um idioma principal do amor e para amar e sentir amado, a pessoa precisa descobrir o seu idioma e descobrir o idioma do seu amado / da sua amada. A pessoa deve amar a outra no idioma da outra pessoa e ser amado no seu idioma. Então, o casal tem o compromisso de amar a pessoa de forma que ela sinta-se amada. É muito interessante esta tese.

No filme, Henry se preocupa em fazer a outra pessoa feliz. Ele tem o compromisso de conquistá-la. O jovem veterinário se torna especialista dos desejos, dos gostos da sua amada.

Compromisso

Hoje, com o lema “cada um por si, Deus por todos”, qualquer problema no relacionamento é motivo de terminar, de se separar. Infelizmente, o individualismo, materialismo, competitividade, ganância, têm feito com que muitas pessoas não vivam um relacionamento sério, profundo, duradouro e saudável.

Você encontra pessoas com uma idade razoável, mas sem maturidade, sem crescimento pessoal.  E um dos motivos é a falta de compromisso com a outra pessoa. Se manter fiel.  Superar os problemas. Ter o compromisso de alimentar a fogueira do amor diariamente.

Amor é Atitude também.

Criatividade

Na grande parte, no começo dos relacionamentos, o clima de romantismo é intenso. As declarações de amor são constantes, presentes, flores, chocolates, cartões, passeios, cinema. Com o passar o tempo, em muitos relacionamentos, a relação fica tão monótoma, sem graça, sem desafios, sem aventura, sem graça.

Henry foi muito criativo para manter o relacionamento com a Lucy. A criativamente é importante. No livro “Homens são ostras e mulheres pés-de-cabra”, o autor afirma que é possível manter a chama da paixão acesa, ter sentimentos e ao mesmo tempo, ter atitudes, compromisso, respeito. O amor não é só sentimentos bons, é compromisso, decisão, atitudes, um caminho a ser seguido. Porém, com criatividade é possível manter os sentimentos, manter aceso o fogo do amor / paixão (Paixão no sentido de sentimentos de atração, de saudades, de alegria, típicos do início do relacionamento).

Crescimento

No relacionamento amoroso, percebemos que muitas pessoas estão preocupadas apenas consigo mesmas. Elas visam o seu próprio crescimento, benefício. Num relacionamento saudável, cada pessoa se preocupa com o crescimento da outra pessoa e asism, ambos crescem juntos. É um caminho de crescimento, de alcançar a maturidade. Suportar os defeitos do outro, estar disposto a crescer, a tolerar, a respeitar o diferente.

Amizade

Alguns dizem que os opostos se atraem. Contudo, no relacionamento amoroso, as pessoas que tem mais afinidades, gostam de certas coisas em comum, sonhos em comum, mentalidade, visão de mundo, é que tem uma probabilidade bem maior de darem certo. Os opostos podem até se atrair, mas não significa que é um fator para MANTER um relacionamento sério, profundo, duradouro.

É primoridal que você sinta-se bem ao lado da pessoa, tenha prazer de fazer atividades juntos. A pessoa amada torna-se sua melhor amiga / o seu melhor amigo. É claro que, você ter amizade com a pessoa amada, jamais isenta você de ter outros amigos. Ter outros amigos é essencial para a vida.

Agora, não adianta se relacionar com uma pessoa que você não se dá bem, pensam totalmente diferentes, estilos de vida diferentes, visão de mundo diferente. Não fazem atividades juntos. Não adianta serem bons apenas na cama e serem incompatíveis nas outras atividades.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: